fbpx

As empresas prestadoras de serviço de transporte para prestação com mais de um conhecimento de transporte ou aquelas que realizam transporte em veículos próprios, arrendados ou contratados, com mais de uma nota fiscal, e que emitem o Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e), perderão o emissor gratuito disponibilizado pela SEFAZ, em 1º de outubro. O emissor será descontinuado, não podendo ser mais atualizado, mas quem tiver o emissor instalado poderá utilizá-lo, até que novas regras de validação impeçam o seu funcionamento.

Segundo pesquisa da SEFAZ, 93% (noventa e três por cento) das empresas utilizam softwares próprios, por isso, a descontinuidade do emissor gratuito.  A SEFAZ recomenda que os usuários comecem a migração para emissores próprios, utilizando as várias soluções modernas e gratuitas encontradas no mercado ou incorporem ou personalizem outras soluções compatíveis aos seus próprios softwares.